Astrologia

AS ENERGIAS DE JANEIRO DE 2018 – (continuação)

energiasdejaneiro
Dhy Stellar
Postado por Dhy Stellar

Resultado de imagem para sunlight

PARTE 2

Transformação mental

Para que uma transformação dimensional como a que estamos enfrentando ocorra, primeiramente exige-se uma transformação mental, a partir de dentro – assim como no coletivo – de modo que todo o Planeta possa começar a manifestar um segundo – e mais evoluído corpo – que é onde temos estivemos por anos, até que nós e o nosso Planeta fôssemos finalmente capazes de bifurcar da matriz 3D.

A transformação mental acontece quando o nosso aspecto humano finalmente desperta, confronta as sombras e começa a discernir se tudo o que aprendemos era verdade ou fazia parte de um sistema manipulado. Uma vez que comecemos a nos desprogramar de todas meias verdades, de uma realidade tridimensional distorcida, finalmente podemos nos libertar de uma matriz de escravidão e começar a acessar uma jornada infindável de integração e cocriação conscientes, que é o que a humanidade está vivenciando atualmente, porque podemos passar para esse novo espaço dimensional, não por causa da ajuda de alguns, mas pela ajuda de muitos que trabalham como Um.

Estas são algumas das primeiras mudanças físicas de uma civilização em evolução, que podemos ver no exterior, devido à nossa escolha de acessar um nível mais elevado de consciência:

. Troca energética na 3D versus 5D: um dos principais e mais importantes resultados de uma espécie evoluída é como administra sua energia e a troca dela. Estamos começando a utilizar nossos dons interiores, e daí as criações físicas para ajudar não apenas o eu egoico, mas o Todo. Isso é algo que mudará completamente, com o tempo, como nos valorizamos e aos demais, porque quando nos reconhecemos como seres divinos, também fazemos isso com o Todo, compreendendo como a sua energia também é preciosa.

Na matriz 3D, a energia era destinada a escravizar, controlar e manipular as pessoas. A velha matriz 3D deveria usar as pessoas, já programadas pelas forças sombrias e seres humanos que trabalhavam para elas, para somente servir à matriz, como meros robôs. Visto que o DNA humano foi profundamente danificado e manipulado, há muitos eons, esse é um dos muitos motivos por que as almas evoluídas escolheram livremente descer à Terra, pois não foram aprisionadas na matriz da alma 3D e poderiam finalmente ajudar a humanidade a libertar-se desse ciclo.

Os controladores, no mundo da terceira dimensão, eram para manter as pessoas em modo de sobrevivência o tempo todo, trabalhavam para si mesmos, somente para ter o bastante para a sobrevivência diária. Em contraste, em uma realidade pentadimensional, os seres evoluídos começam a passar do serviço egoísta para um altruísta, deixando de satisfazer o eu egoico para satisfazer um Propósito Superior, que também esteja alinhado com o nosso.

Nesse novo espaço dimensional, os seres conscientes conhecem o valor de sua energia, como integrá-la e administrá-la sabiamente, não apenas para satisfazer propósitos egoicos, mas para oferecer ajuda e alegria ao Todo, porque o lugar em que habitamos é um espaço de unidade, onde estamos somente começando a sentir o que ser Um verdadeiramente significa.

A energia, como é em meu caso, é utilizada para dar, a partir de um espaço de amor e ajuda, e daí essa mesma energia está de volta. Não permitimos mais que os outros direcionem ou controlem quem somos e o que fazemos, porque nos conhecemos e também os dons exclusivos que o divino nos deu, e só nós podemos saber como é valioso o que damos.

Por valorizar quem somos, assim como o propósito divino do que estamos para fazer aqui, que também vemos os outros com o mesmo valor, apreciando o que eles têm para oferecer e vendo suas criações como únicas e preciosas, não apenas como algo que possamos possuir por diversão.

Isso não significa que todos agora devem tornar-se um trabalhador independente, porque tudo é sagrado e serve ao Plano Divino e ajuda a despertar a consciência. Todavia, essas são algumas das mudanças que vamos ver, não apenas a importância de lidar com o nosso emprego humano, mas nossa energia, no que quer que trabalhemos e com quem quer que seja, que é no final o que realmente importa, como nos valorizamos e onde colocamos nossa energia. Já há muitos exemplos disso, vejam quantas pessoas trabalham online, oferecendo seus dons a todos no Planeta, não simplesmente manipuladas para trabalhar apenas com uma minoria, controlando a abundância que podem receber ou não.

Há muitas pessoas que desejam mudar dos seus empregos atuais para algo que finalmente combine com quem elas se tornaram e com a maneira como agora percebem o seu mundo – que, em um futuro próximo, a humanidade estará começando a perceber como esta matriz 3D começa a desaparecer – e o resultado será uma sociedade capacitada em lugar de uma escravizada.

. Dissolução de relacionamentos tridimensionais: Isso é algo que muitos de nós vimos enfrentando durante nossa jornada ascensional, principalmente nos últimos anos. Isso não tem nada a ver com o fato de deixar alguém para trás que não é como somos, mas simplesmente permanecer firme em quem somos e em nossa verdade, e a partir de um espaço de respeito em relação a nós mesmos e aos outros, podermos dizer NÃO ao que fere nossa sensibilidade e o que não estiver em ressonância com quem nós somos.

Neste ponto, a maioria dos arquétipos criados pelo nosso ego, assim como os apegos em nossos relacionamentos, e todos os mecanismos egoicos devem ser cancelados ou começar a fazê-lo, porque esse é o primeiro passo para manter relacionamentos iluminados e cocriativos.

Nos relacionamentos da 3D, costumávamos amar de um jeito egoico, o que pode parecer como o amor real, em algum momento, mas que não tem nada a ver com o amor verdadeiro e incondicional. Quando usamos: “Eu me sacrifico porque o amo mais do que a mim mesmo”, “tirei de mim para dá-lo a você”, ou “Não posso viver sem você”- e inúmeras outras táticas egoicas – ainda estamos amando a partir do ego. Sei que isso é difícil de ouvir, mas não vim aqui para agradar egos, inclusive o meu, mas para compartilhar a verdade que recebo, portanto, como sempre digo, pegue o que ressoar e que se origina da sua orientação, com base no lugar em que você estão agora.

Sei que é muito difícil para o ego aceitar esse tipo de amor egoísta, mas quando se começa a despertar e a ascender, algo que nunca cessa, a pessoa começa a se tornar humilde, observando-se, e percebe que nunca soube o que é o amor incondicional divino, porque fomos ensinados a não nos amar, não encontrar a felicidade em nós mesmos e tentar encontrar nos outros, tentar cobrir nossos vazios com o amor alheio…

Por isso não podemos saber o que o amor divino realmente é, até que comecemos a nos amar, não com o ego, mas com a essência incondicional e compassiva que está em nossa natureza, como seres divinos. Isso é o que significa amar com a alma, dar sem nos esvaziar, porque se assim fizermos, sabemos que não há mais nada bom que possamos oferecer. Compartilhar, cocriar como iguais e usufruir desta experiência humana, sabendo que liberar com gratidão e amor, é essencial, porque é da nossa natureza que devemos nos separar para nos reunir de novo, em uma dança eterna de amor e unicidade.

Nunca fomos destinados a ficar apegados às coisas e às pessoas, isso foi profundamente distorcido em nós há eons. Acreditamos que isso era o verdadeiro amor, mas quanto mais despertamos, mais começamos a ter apenas lampejos do que é o amor, percebendo que estávamos programados para apenas vivenciar o tipo de amor tridimensional que a matriz nos forçou a acreditar.

Alinhamentos planetários

Visto que o Universo nunca está em conflito e todas as suas mensagens chegam imediatamente, com perfeita clareza, para aqueles que optam por estar em sintonia, começamos este novo mês em um novo ciclo, com uma amorosa e ao mesmo tempo poderosa super Lua Cheia no grau 11 de Câncer, juntamente a Urano em movimento direto no dia seguinte.

A Lua Cheia em Câncer nos convida a trazer a unificação para o nosso profundo senso humano de polaridade, acolhendo o feminino/masculino, assim como todos os aspectos opostos de que nós somos, como Um. Pois essa Lua possui ambas as essências, tanto masculina quanto muito feminina – trazendo o poder feminino, algo que ajudará as almas cujo papel anímico é trazer de volta para o Planeta a essência feminina perdida. O masculino vem de Saturno, Plutão, Vênus, Sol, todos em Capricórnio, em oposição à Lua em Câncer, o que é perfeito para que possamos curar a dualidade e trabalhar na descensão dos aspectos superiores de quem nós verdadeiramente somos.

Este será o mês mais movimentado de todo o ano em nossos céus! Porque não temos apenas uma Lua Cheia e uma Lua Nova, mas outro eclipse total de Lua Cheia no fim do mês, em 31 de janeiro, também acontecendo no grau 11 de Leão! Essas são as boas-vindas galácticas, assim como o apoio ao nosso reino de quinta dimensão.

Isso nos oferecerá a frequência perfeita para desfazer em um espaço amoroso e protegido os remanescentes do velho e começar a integrar essas novas atualizações galácticas que, quando incorporadas e direcionadas de modo sábio, também são demonstradas em nossa realidade física – mudança de empregos, de lugares, encontros com novos companheiros, que estão agora alinhados com a nossa frequência atual, e por muitas outras mudanças que a maioria de vocês, já pode ter vivenciado.

A segunda Lua será uma Lua Nova, que acontece no grau 26 de Capricórnio. Durante este mês, a dança entre o masculino e o feminino, bem como o lembrete para que possamos ancorar tudo o que está sendo experimentado – internamente – em nosso domínio físico, será visível. Essa Lua nos convida a prestar atenção não apenas em nosso aspecto físico, mas na necessidade que temos de transmutar nosso velho senso de sociedade patriarcal, com o amoroso poder feminino, como Vênus nos fará recordar porque isso vai se harmonizar com a Lua Nova.

Esta também é uma etapa para a queda das estruturas e para os que são âncoras da mudança começar a utilizar os seus dons para trazer profundas mudanças à sociedade, alterando velhas regras, que foram criadas para destruir, com a desculpa falsa de trazer ordem e tudo o que precisa para ser desfeito em um sistema já corrupto, conforme Urano, em uma quadratura com a Lua, também nos fará recordar.

Nos dois dias seguintes e um pouco mais tarde, teremos três planetas: Vênus, Sol e Marte, no dia 31 de janeiro, entrando em Aquário, trazendo uma mensagem de libertação e de dissolução daquilo que ainda nos mantém apegados aos nossos modos de ser e de viver tridimensionais. Essa também é uma oportunidade para trabalhar com o plano mental, porque está sempre repleto de nossas interpretações humanas e que criamos e deixamos sem solução aí – tendendo a estragar os verdadeiros desejos de nossa alma, e, portanto, criando manifestações que não combinam com o que realmente desejamos. Consequentemente, é muito importante trabalhar diariamente em purificar nossos corpos mental e emocional de todos os pensamentos humanos, assim como dos conflitos, confusões, e tudo que pode permanecer estagnado se manifestará de alguma maneira.

A capacitação para nos ajudar, neste momento, vem com o eclipse lunar total da Lua Cheia no grau 11 de Leão. Terá também uma essência feminina, conforme explicarei em detalhes quando a Lua chegar, e isso é para mim mais focado no poder feminino, algo que todos, independentemente de nosso gênero, possuem internamente. Vivemos durante eons sob o comando de nossa essência masculina, todos vimos o que isso trouxe para o mundo. Agora, é o momento de trazer de volta o amor, a compaixão e a intuição feminina, que certa vez foram bloqueados em nós, e criar o equilíbrio apropriado entre ambos.

Há um momento para se trazer a transformação e um fim para o velho, fechando a janela que nos conecta ao nosso passado, e dissipando antigas linhas do tempo, ainda que estejam ativas na nossa atual, nos impedindo de acolher plenamente nosso novo espaço vibratório. O tempo que gastamos trabalhando nisso foi, pelo menos, por dois anos, porque não é algo que possamos simplesmente fazer de um dia para o outro. Esse tempo passou para a maioria de nós.

Agora, neste momento único na Criação, o precioso tempo que temos nas mãos é para nos fortalecer, ao lembrar de quem somos, concentrar-nos nas visões de nossa alma, para este novo ciclo, e por finalmente acolher nosso verdadeiro poder divino, em vez de rastejar como seres sem esperança, controlados por circunstâncias externas.

O tempo de se sentir indigno ou como meras vítimas acabou. Gastamos tempo demais aprendendo quem não somos, sofrendo sob o controle do ego e experimentando o que não desejamos. Neste momento, neste novo espaço, que escolhemos conscientemente, não há mais tempo para que continuemos a nos diminuir, mas para nos lembrar finalmente da Centelha Divina dentro de nós e começarmos a utilizá-la para trazer unidade, amor, compaixão e ajuda para toda simples vida que tocamos. Pois não vimos aqui para apenas nos dominar e lembrar, mas para cocriar e ajudar os outros a fazer o mesmo, lembrando de que eles são nós e nós somos eles, dançando na ilusão da separação, mas voltando para o mesmo Lar de onde Todos fomos originados.

Desejo a Todos, um amoroso, abundante e acima de tudo milagroso Ano Novo, agora, galáctico, e um Novo Ciclo Consciente, amados companheiros.

Obrigada por tudo o que vocês são e fazem pelo Todo. Obrigada por outro ano de amor e apoio infinitos, gentileza, e acima de tudo, por serem meus companheiros, ajudando-me a crescer, a estar constantemente aprendendo, porque isso não diz respeito apenas ao que eu sou ou faço, mas acerca de vocês oferecendo-me a possibilidade de incorporar mais sabedoria e amor enquanto cocriamos juntos, e não posso ser mais grata, para ser honesta, por todos vocês, amada Família!

Com amor e luz infinitos.

Natalia Alba.

 

Direitos Autorais:

Natalia Alba – http://www.starseedsoul.com/

Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com

Seu comentário é muito importante para o Blog.

Deixe um comentário