Magia Sagrada

Magia Divina dos Sete Portais Sagrados

magiasagrada1
Dhy Stellar
Postado por Dhy Stellar

A magia divina dos sete portais sagrados só esta sendo aberta agora, onze anos e meio após eu ter iniciado o ensino da Magia Divina (3/5/1999) porque ela é o seu 21º grau e não podia ser aberta antes.
Mas para que tenham uma idéia dela, saibam que ela é parte de um conjunto de magias regidas pelo Mistério das Sete Passagens Sagradas.
O texto abaixo faz parte de um livro ainda não publicado que comenta essa Magia Divina.

AS SETE PASSAGENS SAGRADAS

O mistério das Sete Passagens Sagradas é formado por vinte e um outros mistérios, todos ligados ao transito dos espíritos, assim como às Divindades multidimensionais que se servem deles para enviarem auxilio coletivo ou individual aos seres e aos meios onde eles vivem e evoluem.
Alguns dos mistérios do mistério maior das Sete Passagens atuam em níveis localizados dentro de uma realidade e outros são tão abrangentes que suas ações estendem-se por toda a Criação Divina.

•Þ Mistério das Sete Portas – Trono da Geração
•Þ  Mistério das Sete Porteiras – Trono da Evolução
•Þ  Mistério das Sete Chaves – Trono da Fé
•Þ  Mistério das Sete Trancas – Trono da Lei
•Þ  Mistério dos Sete Cadeados – Trono da Lei
•Þ  Mistério das Sete Fechaduras – Trono do Amor
•Þ  Mistério das Sete Covas – Trono da Geração
•Þ  Mistério dos Sete Vórtices – Trono do Tempo
•Þ  Mistério dos Sete Símbolos – Trono da Fé
•Þ  Mistério dos Sete Portais – Trono da Evolução

Eis aí alguns dos mistérios do mistério maior das Sete Passagens:

>> Comentemos-los:

  • Mistério das Sete Portas: Esse mistério refere-se às passagens internas de um mesmo reino ou domínio da criação e seu regente é o Trono masculino da Geração.
  • Mistério das Sete Porteiras: Esse mistério refere-se ás passagens do exterior coletivo para um interior fechado e seu regente é o Trono masculino da Evolução.
  • Mistério das Sete Chaves: Esse mistério refere-se aos “instrumentos” ou recursos que tanto abrem quanto fecham as passagens e seu regente Trono masculino da Fé.

  • Mistério das Sete Trancas: Esse mistério refere-se aos “instrumentos” ou recursos que abrem ou fecham “por dentro” as passagens de um domínio para outro seu regente é o Trono masculino da Lei.
  • Mistério dos Sete Cadeados: Esse mistério refere-se aos “instrumentos” ou recursos que “lacram” as passagens, tanto de um lado quanto do outro. Seu regente é o Trono masculino da Lei.
  • Mistério das Sete Fechaduras: Esse mistério está relacionado ao das Sete Chaves e ambos atuam em conjunto no mistério das Sete Passagens. Seu regente é o Trono feminino do Amor.

  • Mistério das Sete Covas: Esse mistério refere-se às passagens horizontais de um nível vibratório para outro, inferior. Seu regente é o Trono masculino da Geração.

  • Mistério dos Sete Vórtices: Esse mistério refere-se às passagens multidimensionais que permitem só a saída, só a entrada ou saída e entrada de um plano para outro, de uma dimensão para outra, etc. Seu regente é o Trono do Tempo.
  • Mistério dos Sete Portais: Esse mistério refere-se às passagens. Então temos o mistério dos Sete Portais Sagrados, que englobam todos os anteriores aqui citados e os que não nos é permitido cita-los devido à lei do silêncio sobre os mistérios.

    Um portal possui em si todos os recursos dos mistérios relacionados às Sete Passagens Sagradas e coloca em ação aqueles que se fizerem necessários durante suas ações magisticas.
    Os Sete Portais, por reunirem em si os recursos dos mistérios relacionados ao mistério das Sete Passagens Sagradas é tido como a concretização desse na Criação, sendo que não há um local especifico para ele abrir-se e realizar sua ação, pois tanto pode abrir-se (ou ser aberto pelo mago iniciado) nos limites de uma dimensão e outra como pode ser aberto dentro de cada uma delas, tanto simultaneamente quanto só em uma ou só em outra.

    O mistério dos Sete Portais é tão versátil e tão multifuncional que é possível abrir um portal ígneo dentro de um reino elemental aquático, ou eólico, ou mineral, ou cristalino, ou vegetal, ou telúrico.
    No caso das Sete Porteiras, abrimos uma porteira aquática no elemento água; abrimos uma porteira ígnea no elemento fogo; etc.

    No caso das Sete Portas, abrimos uma porta telúrica no elemento terra; abrimos uma porta mineral no elemento mineral, etc.
    Já com o mistério dos Sete Portais Sagrados tanto podemos abrir, ativar e desencadear sua ação no próprio elemento com o qual estamos trabalhando quanto podemos abri-lo em qualquer outro elemento no qual queiramos trabalhar com ele.

    Os Sete Portais são tão versáteis e multifuncionais que tanto podemos abri-los nos elementos quanto só nas energias elementais; tanto nas irradiações divinas quanto na luz ou na cor de cada uma; tanto nos magnetismos quanto nas suas vibrações magnéticas; ou energéticas ou eletro – magnéticas.

    Tanto podemos abrir um portal Elemental em um lago, rio, cachoeira, oceano, etc, quanto podemos abri-lo em um copo de água proveniente de algum desses pontos de forças.
    Tanto podemos abrir um portal elemental em um pé de girassol ou de roseira, assim como podemos abri-lo em uma pétala ou em uma semente delas.
    Tanto podemos abrir um portal em uma jazida de ferro como podemos abri-lo em uma minúscula pedra ou em um punhado de pó de ferro.
    Enfim, se não pudermos ir até um oceano, um copo de água do mar serve para que trabalhemos com o portal aquático marítimo.
    Se não podemos fazer uma fogueira, abrimos o portal ígneo na chama de uma vela.
    Se não podemos ir a uma floresta ou bosque, abrimos o portal vegetal através de uma única planta em um vaso ou em um jardim; ou mesmo em uma única flor, ou folha, ou fruta, ou semente, ou em um pó vegetal.
    Resumindo, abrimos os portais elementais onde quer que estejamos; bastando termos um elemento colhido no seu ponto de forças.
    Mas também podemos abrir um portal no ar à nossa volta e trabalharmos com ele em beneficio nosso ou dos nossos semelhantes.
    Abrimos portais no elemento escolhidos para realizarmos nosso trabalho magistico e sua ação será idêntica à do portal que abriríamos caso fossemos ao ponto de forças onde ele foi recolhido.
    Só essa “facilidade” para a sua pratica torna a Magia Divina dos Sete Portais Sagrados extremamente útil para que possamos nos ajudar ou ajudar nossos semelhantes necessitados do auxilio divino na solução de problemas ou dificuldades.
    Mas, além dessa facilidade, o mago iniciado pode ir até um ponto de forças elementais (rios, lagos, mar, mata, pedreira, bosque, jardim, terra, areia, etc.) e abrir um portal de trabalho no meio do elemento escolhido.
    Não há como não se trabalhar com essa magia divina, uma vez que os recursos elementais nos cercam de todos os lados.
    E isso, sem contar que podemos abrir portais mentalmente para que atuem em nosso beneficio ou no de nossos semelhantes, mesmo que não recorramos a nenhum elemento.

    – Paramos por aqui porque senão esse texto ficará muito grande para o leitor.
    Pai Rubens Saraceni.

    Fonte: http://luzazuldegaia.blogspot.com.br/

Seu comentário é muito importante para o Blog.

Deixe um comentário