Projeção Astral

Projeção Mental – por Aldomon – Recursos

Projeção Mental
Dhy Stellar
Postado por Dhy Stellar
Projeção mental

Projeção mental

 

O tema da palestra de hoje é Projeção Mental, inédito, 8 anos dando palestras aqui em Brasília é a primeira palestra sobre Projeção Mental. Quem já acompanha essas palestras há alguns anos já conhece a projeção astral, mas hoje eu tenho contentamento de trazer um tipo de conhecimento projetivo que é muito transcendental em relação ao que podemos obter com a projeção astral, no entanto para que tal conhecimento seja bem fixado é necessário que eu passe alguns dados a respeito da projeção astral, quando alguém se projeta mentalmente ela rompe laços de limitações diversas relacionado a vida dela aqui no físico, a família dela, a profissão, a nível cultural, intelectual e não apenas fisicamente se rompe as limitações, como também corporalmente e astralmente.

Para ilustrar essa palestra eu vou contar uma pequena projeção que eu tive, projeção astral, e depois projeção mental na mesma projeção astral, nós estamos no corpo físico para nos projetarmos desse corpo físico nós precisamos inicialmente sair com o corpo astral, para nos projetarmos mentalmente temos que nos projetar antes astralmente.

Nesta projeção eu estava em um navio astral e neste navio astral estava conversando com uma pessoa e falando para ela que eu já estava cansado das projeções astrais que mesmo apesar de serem muito mais amplas em vida em relação a vida aqui no plano físico, mas mesmo alguém projetado astralmente continua tendo braços, pernas, continua tendo limitação de visão, continua estando em um único lugar ao mesmo tempo, quer dizer que lá na projeção eu não estava satisfeito em ficar tanto tempo projetado astralmente, visto que eu estava me sentindo preso, apesar de que o corpo astral se teleporta, o que que é teleportar, se transporta com a força do pensamento de um lugar para outro, você está aqui no Brasil, se o seu espírito estiver em determinada dimensão astral mais sutil e tiver a capacidade de se transportar com o pensamento, você desmaterializa suas partículas astrais e rematerializa elas em outro ponto, só com o pensamento, voa ou volita, flutua no mundo astral só com a força do pensamento.

Não é todo espírito que consegue fazer isso, o fato de você estar no astral não quer dizer que vá sair flutuando ou se teleportando de um lugar para o outro, alguns espíritos adquiriram tal capacidade, outros não, mas mesmo assim há sempre a noção de espaço e aprisionamento, quer dizer que você se sente em um corpo que obtém através de um nascimento astral.

Nós nascemos 7 vezes no astral, nascemos no sétimo corpo astral, depois nascemos no sexto corpo, quinto corpo, quarto corpo, terceiro corpo, segundo corpo e primeiro corpo, depois do primeiro corpo nós nascemos no corpo físico, esse que estamos ocupando aqui agora, quer dizer que para eu extrair o corpo astral de qualquer pessoa, inclusive eu mesmo eu teria que antes me despir de 8 corpos, 1 físico, 7 astrais e aí eu me veria no maravilhoso primeiro corpo mental, que é o objetivo de nossa palestra hoje, sair com este maravilhoso primeiro corpo mental.

Depois temos outros tantos corpos mentais mais sutis, no entanto a incrível Projeção Mental ela oferece um recurso que é o primeiro que não conseguimos com corpos astrais. Na projeção eu estava conversando com uma pessoa num navio, pela janela eu via o oceano, eu via montanhas ao longe, abrindo a clarividência, porque a visão astral ela é como a visão física, você olha e vê o horizonte, quando acaba o seu poder de visão é como se estivéssemos no físico, no entanto em projeção astral podemos ver por clarividência, que é uma capacidade que nos possibilita enxergar a distância e com a clarividência eu via outros países, montanhas e a impressão que eu tinha era que o planeta Terra era um barquinho também, todo o planeta constituía um navio que estava navegando no oceano do espaço sideral, mas que esse barquinho era muito pequenininho na percepção astral que eu estava vendo ali e falei para a pessoa:– Ah, eu quero me projetar, porque em função das tarefas que nós assumimos nem sempre a gente pode ficar só viajando, tem que ficar com os pés no chão da Terra que habita, da mesma forma que aqui no corpo físico uma pessoa não pode querer ficar só dormindo para se projetar astralmente, ela precisa trabalhar, cumprir as suas responsabilidades assumidas na vida, no entanto chega um ponto que a pessoa vai, como se pode dizer, se saciando dos desejos de vivenciar coisas materiais e aí ela quer vivenciar coisas astrais e começa a viver mais no astral do que no físico, o que quer dizer?

Ela reencarna muito pouco aqui no mundo físico, passa milênios e milênios sem nascer aqui, porque ela não quer viver aqui nesse mundo, não é a pessoa que tira a vida física, não, essa pessoa ela está fugindo, fugir é diferente de não ter desejo. Quando nós assumimos uma vida astral predominante sobre a física nós temos a liberdade e o direito de nos projetarmos e lembrarmos com facilidade do que acontece fora do corpo, quando nós assumimos uma vida mental mais do que uma astral nós começamos a ter o direito de nos projetarmos mentalmente, porque o direito é adquirido através do desejo, o desejo que nós possuímos ou os desejos, eles tanto podem nos prender, como nos libertar, não adianta falar:  – Eu não quero a Terra porque na Terra sofremos, no entanto quando chega no astral fala: – Ah, como eu estou com saudade daquela comida que eu comia e era tão bom, como eu estou com saudade dos prazeres corporais físicos que eu tinha das sensações, do prazer corporal e aí a vontade, o desejo da pessoa acaba ancorando ela aqui nessa realidade.

Portanto, nós precisamos saber que o desejo é quem nos conduz, não é simplesmente: – Ah, eu quero ir para o lugar, quer intelectualmente, mas internamente o desejo diz outra coisa, não conseguirá, por isso primeira coisa: Quer se projetar mentalmente não basta só intelectualmente querer, o seu desejo precisa estar com a seta apontada para o plano mental, para o corpo mental, senão não irá conseguir.

Quando eu falei para a pessoa que eu estava ficando muito no plano físico, quer dizer e no plano astral a pessoa ficou logo assim: – Mas você está querendo desencarnar logo? Aí eu falei para ela: – Estou, mas eu não posso, porque eu tenho uma tarefa a cumprir, mas enquanto eu não me liberto do corpo eu vou me fundir ao cosmo, através da projeção mental e através da projeção da essência, quando eu falei isso eu expandi o meu corpo mental e saí do meu corpo astral, quando eu saí do meu corpo astral, a projeção astral ela nada mais é do que você sair de um corpo através de outro corpo muito semelhante ao corpo de onde você saiu, quer dizer, o corpo físico ou um outro corpo astral mais denso.

Mas a projeção mental ela é diferente você não simplesmente sai do corpo, você se expande em todas as direções, o que quer dizer que através da projeção mental começamos a experimentar o gostinho da onipresença, quer dizer que em projeção astral, digamos a pessoa sai do corpo físico, pode ir para ali, para ali ou para ali, mas ela não vai estar em projeção astral em todos os lugares, a projeção mental possibilita isso, então, com a clarividência astralmente eu estava vendo as cidades, as montanhas, mas eu estava me sentindo, quando eu vi aquilo eu via o planeta Terra como se fosse um navio, mas um navio nos limita e esta limitação eu não estava gostando mais dela, porque a limitação ocultava a percepção da essência mantenedora de toda vida, Deus e quem valoriza em primeiro lugar a percepção da essência de toda a vida, tudo aquilo que se coloca entre a percepção, que ao identificar a essência e você, você quer tirar do seu caminho.

 

 

Projeção mental

Projeção mental

Portanto o que eu fiz foi me projetar mentalmente e comecei a sair do planeta Terra, mas ao mesmo tempo eu estava no planeta Terra, o meu corpo não tinha mais braços, não tinha mais pernas, não tinha mais cabeça, não tinha mais olhos, orelhas, eu era como o ar, eu estava em todos os lugares, eu era como isso que nós chamamos de vazio, o que eu experimentei é uma sensação que não é propriamente uma sensação, porque sensação está relacionado a coisas do corpo, qual é a sensação de bem estar, mal estar, frio e calor, alegria tristeza, mas referente ao estado do corpo em que nós ocupamos, no entanto o corpo mental ele tem atributos que o nosso astral e o nosso físico de forma alguma possui, não é ainda projeção com a essência, é mental, a essência é mais ampla ainda do que esse tipo de projeção e compartilhei a percepção de união com diversos outros corpos mentais, permaneci assim por algum tempo, depois as obrigações astrais o que, que são obrigações? Deveres assumidos perante Deus, perante as leis me obrigaram a voltar para o corpo astral, aí eu voltei para o corpo astral com um sorriso de orelha a orelha. Por quê?

Porque o que eu tinha vivenciado era algo maravilhoso, no entanto maravilhoso a simples percepção de expansão e de onipresença e de maior percepção da intensidade da vida, os conceitos de mundo mental são tão incrivelmente amplos que nós não temos quase que nenhum referencial para decodificar linguagem na nossa realidade física, astralmente é difícil explicar sobre isso, fisicamente muitas vezes mais difícil, porque nós aqui, o nosso corpo ele não muda a forma dele, nosso corpo não se desmaterializa, quer dizer pode acontecer isso, mas isso não é normal, não é comum, então nosso idioma, nossa linguagem é baseada naquilo que acontece comumente, é aceito, aquilo que é muito raro, pouco conhecido, até a própria linguagem fica muito abstrata, fica muito difícil de se entender, imagine explicar o prazer astral sendo que o nosso prazer físico é muito baseado em ver, cheirar, escutar, tocar, saborear ou lembrar e o lembrar associa-se a esses sentidos corporais, imagine um prazer que não venha do corpo, venha da percepção de vida que o corpo tenha, portanto a projeção mental nos possibilita nos libertarmos do escafandro físico e do escafandro astral, dessa roupa pesada que nos separa.

Outra coisa: na projeção mental não existe separação de nenhum ente querido, nesta vida uma pessoa pode ter dezenas de amigos ou até centenas, mas em 10 encarnações, imaginou os milhares centenas de encarnações, quantos amigos? Milhares de encarnações e sempre temos que nos afastar uns dos outros, porque os nossos caminhos tomam rumos diferentes e nos afastamos, não porque não nos amamos, mas sim porque precisamos aprender coisas que o convívio ali, naquele momento não é possível aprendermos juntos, termos que nos afastar dói, até o ponto em que nós começamos a ver através, a ver é força de expressão, porque nós não vemos com os olhos, a mesma essência em todos os lugares, imagine um ente querido que não está aqui neste ambiente, numa projeção astral você não vai estar sentindo a presença do seu ente querido só porque você está projetado astralmente não, mas numa projeção mental você poderá expandir-se até alcançar o local onde essa pessoa está e ao mesmo tempo você estará aqui, não é clarividência viajora, não é clarividência, é a projeção mental, então você sempre estará com as pessoas que você ama.

No entanto é bom você já ter se purificado, porque senão você também estará com as pessoas que você não ama, aquelas pessoas que te agridem, porque a onipresença tem esse aspecto tanto é boa pelo lado de estar com todos que amamos, mas também pode ser ruim por estarmos com todos ou que nos odeiam ou nós tenhamos algo contra tais pessoas, por isso é que a projeção mental geralmente só é liberado o desenvolvimento dela liberado por quem? Pelas próprias leis evolutivas, então a gente pensa que o poder em si é que move o mundo, engano, você pode ter o poder, mas o poder só será permitido ser usado se determinadas leis de amor, de justiça, de sabedoria, permitirem que o poder seja empregado na finalidade que você deseja.

Portanto você pode ter até a capacidade de se projetar mentalmente, mas só vai conseguir realizar tal projeção se a sua vida estiver em conformidade com diversas leis cósmicas. As primeiras projeções astrais mais elaboradas que tive eu saia contando para todo mundo que eu conhecia, todos os amigos, eu tinha aquele desejo de contar, certa vez eu tive uma projeção astral que eu não tinha permissão para contar, mas eu contei, eu passei uma semana sem me lembrar de nenhuma projeção, eu que me lembrava de 10 a 15 projeções por noite, passei uma semana sem me lembrar de nenhuma, aí eu fui conversei com o meu corpo astral mais sutil e falei porque que você está me bloqueando a memória da lembrança? Aí ele falou porque você está muito mal educado, você não anda respeitando diversas leis de privacidade interdimensional, se fosse para todo mundo saber determinada coisa, todo mundo teria essa habilidade, então nem todo mundo pode saber aquilo que você está vendo, porque se fosse para ela saber ou você teria uma permissão ou ela mesma teria contato com aquilo.

Não pense que a projeção mental ou astral não existem regras, existe como aqui no físico também existem regras de comportamento, regras de direcionamento do poder, alguém para desenvolver a projeção mental é necessário primeiramente Ter alguma experiência de projeção astral. Nós saímos através do topo da cabeça em uma projeção mental, através especificamente da glândula pineal, a projeção astral nós a fazemos através de todos os chacras do corpo, principalmente a vibração relacionada aos 7 chacras, chacra para quem não sabe não é uma pequena localidade rural não, chacra é um termo sânscrito, uma língua quase morte, não morta porque tem muitos hindus que ainda falam, mas já está morta não tem civilização falando sobre ela, quer dizer roda, mas ocidentalmente nós chamamos de centro de força, centro de energia psíquica, o corpo possui mais de dois mil centros de forças psíquicos, esses centros de força psíquicos são ligados através de canais energéticos que a cultura chinesa chama de meridianos, meridianos de força, a acupuntura chama de meridianos, 7 centros de forças principais ao longo do corpo.

Quando alguém se projeta astralmente fica um cordão energético prateado, apelidado cordão de prata ligado a um dos 7 pontos energéticos do corpo, o ponto superior é localizado no topo da cabeça, que é chamado de 7º chacra, o outro no centro da testa, o outro no pescoço, o outro na região do coração, outro na região do estômago, outro no umbigo e outro na região básica, do órgão sexual, quando alguém sai em dimensões astrais mais densas sai ligado do estômago para baixo, quer dizer do plexo solar para o umbilical ou chacra básico, quando alguém sai em dimensões astrais mais sutis, mundos mais civilizados e evoluídos, sai com o cordão energético ligado do cardíaco ao coronário, quer dizer pode estar ligado ao cardíaco, ligado ao coronário, ligado ao laríngeo, ligado ao frontal, que é a testa, na projeção mental o processo não é como da projeção astral, você só sai pelo chacra coronário e não fica cordão energético ligado ao seu chacra coronário, por que que não fica?

Chacra coronário físico, aqui o topo da cabeça, não fica nenhum cordão energético ligado aqui, cordão, fio energético, só é utilizado em corpos astrais, até o 7º corpo astral ainda se usa cordões energéticos, o mental usa irradiação vibratória, quer dizer que não há cordão ligando, são irradiações de energia vibratória que são onipresentes, o que quer dizer? Que em qualquer lugar do mundo da forma que a pessoa esteja, a irradiação está alimentando os corpos astrais dela, quando a gente se projeta do 7º corpo astral em diante, aí nós já saímos em corpo mental, não existe cordão nenhum ligando o 7º corpo astral ao corpo mental, portanto alguém para se projetar mentalmente, você imagina um astronauta, um astronauta que estava acostumado a viajar no espaço dentro de uma nave, de início ficaram receosos em sair da nave, mas aí até que saíram, preparam um traje arrumaram um cordão ligando a nave ao traje e aí saíam em volta da nave, qualquer coisinha voltava para dentro da nave novamente e voltava para a Terra.

A projeção mental é algo mais radical, você sai da nave sem cordão nenhum e vai para muito, muito, muito longe da nave e ao mesmo tempo perto da nave, como nós estamos acostumados a noção de querer saber assim: não, se eu estou há um quilômetro longe daquele lugar é um quilômetro longe, se eu estou há mil quilômetros é mil quilômetros longe, na projeção mental mil quilômetros longe, não quer dizer mil quilômetros longe, quer dizer que você se propagou a mil quilômetros de distância, mas ao mesmo tempo você está ali naquele local, quer dizer que você se propaga num raio de uma circunferência esférica, quer dizer que você se propaga em todas as direções, ao mesmo tempo você está no núcleo dessa circunferência, mas inicialmente isso é inconcebível. Por quê?

Porque nós: ichi estou me afastando daquilo que gosto, daquilo que me aprisiona a vida aqui na Terra. Outra coisa é que na projeção mental o nosso corpo mental ele não se veste de energias que se identifica a não ser que ele queira, quer dizer que aqui está cheio de pessoas projetadas mentalmente e nós mesmo no mental não perceberemos tais pessoas, a não ser que elas queiram, elas podem ficar invisíveis umas para as outras e elas não perceberem, quer dizer eu posso estar compartilhando o mesmo espaço de alguém, mas esse alguém só vai me perceber se eu desejar e eu só vou perceber esse alguém se ela desejar, essa entidade mental desejar que eu a perceba.

Outra coisa não existe paladar, não existe olfato, não existe tato, não existe audição, não existe visão, não existe percepção corporal, como nós a conhecemos aqui, não existe dor e nem prazer como nós a conhecemos, tudo está relacionado ao nosso desejo, se uma pessoa em projeção mental desejar alguma coisa ruim ou estiver com algum trauma psíquico, ela criará um mundo infernal dentro dela mesma e esse mundo será tão real como esse físico, no entanto lá não existirá formas como existe aqui, essas formas cristalizadas e condensadas.

Uma pessoa pode se projetar mentalmente mesmo estando acordada fisicamente ou acordada mentalmente, mas para isso ela precisa ter um considerável grau evolutivo para conseguir. Por quê? Porque para ela sustentar a consciência dela lúcida aqui ao mesmo tempo que ela estará lúcida mentalmente, ela precisará de uma quantidade de energia vital, de energia vibratória que uma pessoa comum não tem, quer dizer que a bateria de uma pessoa comum, digamos que seja, comum aqui da Terra, seja de 1 volt e meio, de uma pessoa para conseguir fazer isso seja de uns dois mil volts, então: Ah, então porque que eu estou nesta palestra? Isso não é para essa vida não. Nós temos, nessa fase de mudança vibratória dimensional do planeta Terra, nós estamos tendo uma oportunidade. Qual é a oportunidade?

A oportunidade de vislumbrar o que nós podemos alcançar se persistirmos em nossa evolução, seres de hierarquia evolutiva extremamente alta, avatares de 4º grau, vou ter que explicar de novo o que, que é isso, o 4º grau. Imagine um arcanjo bem na evolução bem avançado, já saindo da evolução arcangélica, arcanjo está acima de anjo, anjo está acima de querubim, agora acima de arcanjo está o serafim, que é um ser, é um avatar acima do 4º grau de avatar.

Primeiro grau é, eu disse que não ia explicar mas eu tenho que explicar, primeiro grau de avatar é aquele que desenvolveu o amor crístico, segundo grau desenvolveu a sabedoria de Buda, o outro desenvolveu o poder de Krishna, o outro desenvolveu a Justiça, que um dos símbolos terrestres é o Arcanjo Miguel, mas Krishna é considerado avatar de 4º nível, é Arcanjo Miguel também é considerado avatar de 4º nível, Jesus ainda não é avatar de 4º nível, apesar de ser o governante aqui da Terra, ele está completando os seus ciclos aqui, ainda não alcançou o 4º mas vai alcançar, quando um ser tem contato com um avatar, na época que nós estamos vivendo aqui até a transição planetária terá aproximadamente 12 avatares encarnados em físico ao mesmo tempo, quer dizer, materializados os corpos físicos ao mesmo tempo, para fechar um ciclo vibratório da Terra.

Outros tantos avatares estão sem manifestar corpo físico materializado, nós saímos do nosso corpo, nós estando aqui no corpo projetamos os nossos desejos, os nossos pensamentos, nossas emoções, essas projeções saem como se fossem ondas vibratórias que se propagam em direção ao infinito, os avatares percebem as nossas ondas vibratórias e sempre que veem um indivíduo uma onda vibratória que indica que aquele ser está se esforçando com todas as suas forças, com todo o seu poder, com todo o seu pensamento, com todo o seu sentimento para evoluir, o avatar dá uma atenção especial a tal ser e possibilita que tal ser vislumbre o que ele pode alcançar se persistir em sua meta de evolução espiritual, em seu desejo de evolução espiritual e aí nos possibilita uma projeção astral em dimensão mais sutil ou uma maravilhosa projeção mental acompanhada.

É uma projeção que é como se fosse uma criança que está querendo aprender a andar, mas ainda não tem força para andar muito sozinha e fica ali o pai dela ou a mãe do lado com as mãos próximas ao corpo dela, enquanto ela tenta andar um pouquinho e fica com as mãos ali para no momento que ela for cair for segurada, esse é o trabalho desses maravilhosos avatares, maravilhoso porque quem encontra um no caminho, chama de maravilhoso, geralmente quando um ser que está em evolução, um ser de pequena evolução, que quer transcender as limitações desse mundo físico astral tem contato com um avatar se sente inferiorizado em relação a vida, é que sente aquele ser um avatar com uma manifestação super lúcida, super consciente de Deus, então a pessoa se sente encontrando Deus, apesar de que Deus está dentro dela e está dentro de tudo, mas está encontrando frente a frente com um representante auto lúcido, auto consciente de Deus, quer dizer Deus manifestando-se conscientemente ali.

Por isso que a devoção de uma pessoa em evolução é extrema, coisa que não é facilmente vista na realidade física, quer dizer, que tem pessoas que chegam num avatar aqui no físico e estão em evolução, mas elas não sentem aquela coisa de se jogar aos pés de Deus, no astral ou principalmente no astral, porque no mental não tem pé para você se jogar né? Mas no astral a pessoa não aguenta, ela se joga aos pés do outros, eu antes pensava não, mas eu não sou dessa coisa de me jogar aos pés de ninguém não, não por orgulho, mas é que eu vejo todo mundo de igual para igual, quando eu cheguei lá fora que fico diante dos avatares, não aguento, abaixo mesmo a cabeça, deito ali em sinal de humildade, de amor e de devoção, não de devoção àquela identidade transitória de um avatar, mas da identidade imortal imutável de Deus consciente manifestando-se neles, então eles estão aí para nos ajudar a termos essas projeções maravilhosas, no entanto é preciso saber de uma coisa:

Se a mente fica valorizando só a profissão ah, a coisa mais importante da minha vida ou muito importante é a profissão dela, eu não me desgarro ah, é importante demais o meu corpo, é importante demais a família, bens materiais ou até religiões que se tenha aqui, isso psicologicamente vai aprisionar demais, o que irá dificultar a projeção mental, a astral não dificulta, visto que no astral tem tudo que tem aqui e muito mais, mas no mental não tem o que se tem aqui, então no mental o próprio corpo é diferente, muitas vezes a pessoa vai querer se ver e ela vai falar: – Onde é que está o meu corpo? Desapareceu? Virei ar?

Para quem gosta de se ver, de se sentir, uma mulher que gosta de ser mulher, um homem que gosta de ser homem, cadê o meu corpo belo, cadê o corpo que eu adoro, o corpo que adora se desfragmentou tanto que perdeu a forma, não tem nem textura mais, não tem nem cor mais, portanto a grande projeção mental, porque que eu falo grande? Porque uma pessoa projetada mentalmente pode estar aqui nessa sala e ao mesmo tempo estar do outro lado da galáxia, em outras galáxias, a gente pode chamar de grande né?

Para o nosso mundo, para lá não é grande, porque o corpo mental a noção de tamanho e de espaço é extremamente diferente da nossa aqui, uma pessoa muito prática vai falar: mas para que, que isso serve para um encarnado? Primeira coisa, vai servir para o encarnado ter uma bússola mais precisa em direção a Deus, a principal função para o encarnado é ter uma bússola mais precisa, quer dizer que ela não vai se basear só naquilo que ela vê, naquilo que ela toca, naquilo que ela cheira, naquilo que ela saboreia, naquilo que ela escuta, ela vai se basear também naquilo que o corpo físico ou corpo de manifestação astral, ela vai se basear naquilo que esses corpos não percebem, seria como uma intuição extremamente abstrata.

Este é um atributo que a projeção mental nos possibilita: evoluir com maior percepção daquilo que os sentidos físicos ou astrais não nos possibilitam, existem mundos astrais que a liberdade e a comunhão com uma quantidade quase que incontável de seres vivos inteligentes e que se comunicam interagindo numa sociedade extremamente harmônica, nós podemos entrar nesses mundos, quem vai para o mundo mental desapegado não deseja mais voltar para o mundo físico ou o mundo astral, quem vai apegado não suporta ficar no mental por um tempo considerável e o desejo de vir para cá se transforma irresistível, quer dizer o seguinte:

Essa coisa de bem e mal segue uma relatividade que sempre precisa ser compreendida, para uma pessoa que ainda necessita vivenciar os prazeres e as experiências físicas ou astrais, viver no mundo mental não é bom, mesmo sendo ele maravilhoso para outros seres que já estão preparados para tal mundo, quer dizer que se a gente pegar um bichinho acostumado com o pântano, acostumado com o lodo e pôr numa água mineral, cristalina, corrente, sobre o Sol e tudo, o bichinho não aguenta muito tempo e morre, porque ele estava acostumado àquele habitat ainda com certas limitações que ao mesmo tempo eram proteções para ele, proteção contra aquilo que ele ainda não está preparado para vivenciar.

Portanto nem para todos os seres a projeção mental ou a vida no mental é positiva, só para aqueles que querem alçar vôos muito altos, os mais altos dos mundos da forma. Que mundos da forma são esses? Nós estamos no plano físico, os mundos da forma são os planos que compõem o universo da relatividade, os universos da relatividade, da dualidade, do efêmero, chamado mundo de maia que engloba plano físico ou mundo da ilusão plano físico, plano etérico, plano astral e plano mental.

O plano mental é o último dos planos da ilusão ou dos planos temporais, após o mental nós saímos do mundo da forma ou mundos da forma, entramos no mundo da essência. Uma pessoa que volte de uma projeção mental, acordou, o horário, tem que, manutenção corporal, alimentação corporal e ir para o trabalho, pegar o trânsito, saber o que, que aquela coisa verde ou aquela coisa vermelha no meio da estrada quer dizer, o que aquelas listras no chão querem dizer, toda realidade aqui saber o que, que um sujeito xingando quer dizer, está no caminho ou fiz alguma coisa de errado ou coisa assim.

Quem faz uma projeção mental e está perfeitamente equilibrado emocionalmente, mentalmente, ao retornar ao corpo físico e mesmo ter que assumir responsabilidades, fará tais responsabilidades com mais equilíbrio do que uma pessoa que vive só nesse mundo aqui ou em mundo astral também. Por quê? Porque verá como se nós aqui estivéssemos cumprindo papéis num grande filme ou numa grande peça de teatro, cumprindo papéis assumidos perante Deus, o Grande Diretor desta peça ou deste filme. Então não vai pensar: Ih, acabou o filme, entrar em desespero, está no caminho, acontece um acidente, fica aleijado ou morre, desencarna né, porque morte não existe e vai entrar em desespero, não, aquele que começa a ter as primeiras projeções mentais começa a experimentar na prática a transcendência, quer dizer que essa pessoa, ela consegue estar aqui e além daqui, ela está aqui quando ela quiser e sai daqui quando quiser, mesmo estando aqui ao mesmo tempo ela começa a fazer essa coisa.

Nós já experimentamos num nível bem arcaico ainda quando você está fazendo uma coisa, mas a sua mente está em outro lugar, você está em uma projeção mental inconsciente, é, você está numa projeção mental inconsciente, o que quer dizer que você está ali mecanicamente fazendo uma coisa, mas o seu pensamento está noutra, de repente você volta a atenção para cá e fala: Ih, eu devia ter feito aquilo e não fiz porque o meu pensamento não estava aqui, estava lá longe, na projeção mental consciente isso não acontece, você está lá e ao mesmo tempo está aqui e está plenamente consciente lá.

Na projeção inconsciente você lá não se sente de fato lá, é só o pensamento abstrato, nós ao mesmo tempo que estamos no plano físico poderíamos estar simultaneamente no plano astral, projetados astralmente e no mental projetados mentalmente, no entanto o nosso desejo faz com que os nossos corpos se submetam a prisão voluntária, prisão voluntária, imagine você, você tem um filho, um exemplo, tem um filho e o seu filho ele quer ficar saindo de casa demais, mas ele ainda é muito pequenino para ficar saindo sozinho para a rua e você vai usar de psicologia com seu filho, você vai arrumar alguma coisa que ele goste muito e vai pôr lá dentro da sua casa, de forma tal que ele não possa levar para fora, ele só pode utilizar dentro da sua casa e o seu filho quando começar a usar, fala: – Gente mas isso aqui é bom demais! E vai ficar só lá dentro, mesmo podendo ir lá para fora, mas ele vai ficar só dentro.

Um exemplo disso são os vídeo games né, o vídeo game tem menino que gruda duas horas, três horas, quatro horas, cinco horas, seis horas, eu já vi um caso de um menino que estava viciado, tão viciado que ele ficava oito horas ali, nem comia, nós somos viciados em corpo físico, viciados em corpo astral, então a gente entra aqui e fala é só isso aqui que existe e eu não quero mais nada e eu quero só ficar aqui, no entanto tem aqueles outros que por despreparo podem se viciar só em corpo astral ou só em corpo mental, mesmo estando aqui, aí podem negligenciar responsabilidades aqui.

É preciso ter a noção de equilíbrio, cumpre aqui o que precisa ser feito e lá fora o que precisa ser feito e vive em harmonia, as duas vidas, lá no mental não existe, se uma pessoa estiver com o espírito em equilíbrio, com a mente em equilíbrio, as emoções e os desejos, não existe sofrimento, dor, agonia, pobreza, miséria, não existe nada disso, lá nós nos sentimos Deus, você imagina você não, não imaginar Deus como aquele velhinho sábio e sentado numa nuvem e vendo a gente aqui sofrendo, aí ele fala não aquele ali ele está querendo ser um pouco melhorzinho vou aliviar a barra dele, não aquele ali está mal, eu vou colocar mais peso na cabeça dele, não, Deus não é isso não, Deus quando nós nos projetamos mentalmente, nós identificamos ser ele a consciência, a centelha, a vida mantenedora da própria vida.

Fisicamente, uma pessoa não conseguirá explicar Deus jamais, astralmente uma pessoa não conseguirá explicar Deus, mas mentalmente uma pessoa já começará a experimentar Deus e na essência, ao se projetar além do mental nós sairemos desse mundo transitório e ilusório, entraremos no mundo da essência, que Jesus chamava de reino de Deus. No mundo da essência, ele está aqui e está além daqui e ao mesmo tempo ele não está aqui, é uma coisa inexplicável fisicamente, quem explica não conheceu, quem conheceu não tem como explicar, porque não tem palavras.

Então é o tipo de coisa, você imagina uma criança sai lá fora de casa e vê algo maravilhoso, só que chega dentro de casa e fala para as pessoas que estão dentro de casa: – Olha tem uma coisa maravilhosa lá fora e aí uma pessoa pergunta o que é?- Eu não sei. E outra o que é? -Eu não sei. Mas se parece com o que? -Ah, não tem como, não se parece com nada. – Ah, então não se parece com nada que existe aqui, então isso não existe, porque se não se parece com nada, não existe, com nada que tenha dentro da casa ou fora da casa.

Então mostrar a essência ou falar sobre a essência é a mesma coisa de explicar aquilo que não existe aqui e que ao mesmo tempo existe, mas que não pode ser, um aparelho não registra a essência, nem biológico e nem eletrônico, a única coisa que consegue registrar a essência é a própria essência, a essência que mantém a nossa vida e através da projeção mental a gente se aproxima mais dessa essência, se aproxima da percepção dela, porque ao mesmo tempo aqui nós estamos interpenetrando ela e ela está mantendo a nossa vida. Portanto aplicação muito prática para a vida física não tem a projeção mental, a não ser se libertar dela, esta é a aplicação principal da projeção mental: Não descer mais ao plano físico, viver astralmente e depois só mentalmente.

Uma pessoa que nasce nesse mundo aqui, vai crescendo e ela não pertence a realidade como essa da Terra e sim a mundos mais sutis, ela cresce pensando: Gente mas esse mundo é tão estranho, porque que a gente vive dessa forma? A gente é tão limitado, a gente age tão como animal e a gente não é animal, essa civilização, se sente um extraterrestre, aqui como se tivesse caído de pára quedas nesse mundo, percebe isso? Mas tem que continuar trabalhando, tem que continuar comendo, sente os impulsos animais e acaba sendo conduzido por eles, os anos vão passando as responsabilidades vão se avolumando na vida e chega numa certa idade a pessoa fica frustrada, aí começa a ter contato com a projeção astral. Maravilhoso, lembrar de outras vidas, ter contato com mundos mais evoluídos e começa a ficar triste, muitas vezes, a projeção mental se não for bem assessorada o que, que é assessorada?

Projeção mental, não, projeção astral que eu queria dizer, a projeção astral se não for bem assessorada gera até depressão viu, tristeza, porque a pessoa começa a ter contato com mundos mais amplos do que esse aqui e aí fica querendo ficar só nos outros mundos, isso no curso de projeção astral eu chamo de conflito de realidades que ajuda a pessoa, através de diversos conhecimentos a vencer o conflito de realidade, ele vem. Mas na projeção mental já não existe mais isso. Por que que não existe? Porque uma pessoa, primeiro ela se projeta mentalmente quando estiver fisicamente dormindo, só que com o passar das encarnações não é com o passar dos anos não, é com o passar das encarnações, ela começa a desenvolver a capacidade de se projetar mentalmente mesmo acordado, mesmo encarnado no corpo físico, então a vida física passa a não ser mais um fardo tão pesado para ela e ela começa a desenvolver a onipresença, começa a ser onipresente, estar aqui e estar em outros lugares.

Quem quiser desenvolver a onipresença vai poder desenvolver a projeção mental e eu vou passar algumas técnicazinhas daqui a pouco para uma pessoa pular, isso é possível? É, e ao mesmo tempo não totalmente, é possível esporadicamente pular a projeção astral e se projetar diretamente no mental, mas para isso a pessoa vai ter que desenvolver a projeção astral, só que pular a astral em direção a mental, você não vai conquistar a projeção mental, você vai ter esporadicamente uma projeção mental semi consciente.

A técnica que eu vou ensinar pode propiciar, esporadicamente, projeção mental semi consciente, para uma projeção mental plenamente consciente é preciso desenvolver a projeção astral plenamente consciente, em alto grau de desenvolvimento, senão não consegue ter uma projeção de qualidade mental. Mas para ter as primeiras mentais já pode se usar determinada técnica, no entanto não conseguirá obter resultado na técnica se o praticante tiver determinadas características, que poderá excluir muitos da projeção mental.

Primeira característica: A alimentação, a alimentação corporal é a primeira. Uma pessoa que ingira substância alcóolica, que ingira substância, droga alucinógena, qualquer coisa que altere negativamente a consciência de forma marcante no seu cérebro ou na corrente sanguínea, qualquer coisa que animalize bastante o corpo, substância que animaliza muito o corpo, carne, código genético animal. A carne, quer dizer que a pessoa que come carne não terá experiência de projeção mental semi consciente ou consciente, isso não é regra, um avatar pode comer prego que ele continuará tendo projeções, onipresença. Ele pode comer uma boiada inteira, pôr boi assim na reta e sair comendo nos espetinhos que ele, naturalmente que ele não vai fazer isso, até hoje eu não vi um caso de um avatar fazer esse tipo de coisa, mas ele poderia fazer, que isso não o afetaria. Porque não? Porque ele transmutaria imediatamente os átomos.

Para ter uma ideia, um avatar ele transmuta a matéria e a matéria física, a astral e a mental como ele bem entende. Ele pode tomar ácido que no estômago dele vai virar água. Por quê? Porque o corpo dele é tão consciente da essência, que ao ter contato com qualquer substância para uma pessoa normal, nociva, o corpo dele doutrina as partículas daquelas moléculas aparentemente nocivas e uma doutrinação tão forte que as partículas vão se tornar conscientes de que são uma com o corpo dele e não vão agredir o corpo dele, porque vai ver o corpo dele como se fosse ácido também e aí não agride. É um fenômeno maravilhoso esse, no entanto uma pessoa comum né, se tomar ácido vai abrir um rombo ali no estômago e vai morrer ou vai parar no hospital, portanto uma pessoa comum se come carne o corpo dele recebe como carne e como instinto do animal que a carne pertencia.

Depois tem outra coisa: a pessoa não pode direcionar mais de 60% da atenção da pessoa tem que estar voltada para as coisas espirituais e evolutivas, só pode ter permissão de 40% da atenção direcionada às coisas transitórias, se for 60% de atenção direcionadas às coisas transitórias ou mais 51%, já não vai conseguir, porque o desejo não vai deixar. Então, se a alimentação visual, auditiva, de comida e desejos estiverem suficientemente educadas, aí a pessoa está preparada para a técnica, se fizer a técnica sem ter esses requisitos, eu estou até com esse sorrisinho no rosto é porque, muitos vão falar:  -Ah não isso não dá, não dá, não é fácil não gente, conquistas vêm com…, a mesma história de um passarinho que quer voar alto, um passarinho obeso não voa alto, ele precisa deixar, não pode comer demais não, porque senão ele vai ficar aqui voando baixinho, é aquela história: O pardal obeso, o que acontece com ele? O gato come ele rapidinho, os outros pardais voam e o gato pega exatamente ele, o gato é a ilusão, o gato é aquela conta que tem que pagar no final do mês, que a pessoa fica: Ih, é aquela dívida, o gato é aquela roupa que a mulher quer adquirir ou o homem não sei, é aquele carro do ano, o gato é diversas coisas, interesses só desse mundo que comem a pessoa e aí a pessoa não vai se livrar dessas garras não.

Por isso a onipresença da projeção mental, mesmo quem ensina curso de projeção astral, são raros aqueles que tiveram a projeção mental e entre esses que tiveram, a maioria teve assessorado por espíritos evoluídos, não, eles mesmos não sabem provocar, vou me projetar agora e projetam mentalmente, acontece esporadicamente uma vivência dessa, então é uma projeção que muda a vida de qualquer pessoa, no entanto é preciso a pessoa mudar um pouco a sua própria vida, antes de ter a vida mudada por ela.

Outra coisa é que na projeção astral existem limitações diversas e na projeção mental não existe, a única limitação que existe na mental é que se algum ser mental não quiser que nós o identifiquemos e ele possui vibração mental superior a nossa, ele pode se ocultar de nós, é a única coisa, no entanto, quem se projeta mentalmente na dimensão mental, do plano mental mais sutil, com o corpo mental mais sutil, nós temos, calcula-se, eu não tenho certeza absoluta, mas calcula-se 7 corpos mentais, aí você fala: – Mas peraí, o corpo mental não tem perna, não tem braço, se propaga em todas as direções, então que corpo é esse? Que a gente classifica corpo a algo que seja, onde a gente mede, tem tanto de largura, espessura, cor, peso, o corpo mental ele é vibratório, quer dizer que é uma vibração que se propaga e se encolhe, é uma vibração que muda, pode mudar de cor, pode se tornar como o ar, sem cor, pode pegar uma cor que desejar, no entanto o primeiro corpo mental ele só atinge determinadas dimensões do plano mental, tem dimensão mais sutil que o primeiro não alcança e quem está se projetando em corpo mental mais sutil, quem está em corpo mental mais denso não consegue alcançar a vibração, é preciso se projetar em corpo mental mais sutil ainda e para isso é preciso ter mais evolução ainda e para ter mais evolução é preciso seguir conhecer e seguir mais as leis da vida, que para a maioria dos seres da Terra são ocultas, as pessoas não conhecem, não porque muitos não vieram ensinar, mas porque: – Ah, já está difícil sem conhecer, já é difícil se educar com as leis da Terra, imagina com as leis lá de cima, que é bem mais complicado.

Eu vejo muitas vezes o espiritualista tentando seguir as leis espirituais e não está dando conta nem de seguir as daqui, que são imitações imperfeitas, algumas delas, das leis espirituais, outras não tem nada a ver com as leis, são leis que atrita com as leis da vida, mas essas não duram muito tempo, rapidamente são destruídas, quando eu falo leis de civilização que não são imitações, mesmo que imperfeitas das leis espirituais. Vamos à técnica.

A técnica da projeção mental, após seguir aqueles dois atributos de comportamento, ela só vai começar a surtir efeito depois de um considerável tempo de prática.

Primeira coisa: Para projeção mental a visualização da pessoa precisa estar extremamente exercitada, eu vou dar um exemplo de visualização para exercitar a projeção mental: Uma pessoa que feche os seus olhos que fique sentado ou deitado numa posição que não fique pensando em seu corpo físico, quer dizer uma posição confortável e que ao mesmo tempo não durma, não pode dormir para fazer o exercício da técnica, não pode dormir, diferente da projeção astral que o intuito de algumas técnicas é fazer a pessoa dormir, a projeção mental não visa a pessoa dormir o exercício. Eu vou ensinar uma única técnica, tem várias, eu não vou ensinar várias, tem várias, mas eu vou ensinar uma única.

A pessoa vai ficar deitada ou sentada, em posição confortável, fechar os olhos, não prestar atenção nos ouvidos, quer dizer que já tem que ter um certo grau de controle de concentração. – Ah, o vizinho do apartamento de cima deixou uma coisa cair vai ficar prestando atenção? Um carro acelerou lá fora vai prestar atenção? Vai quebrar a técnica, precisa desligar as orelhas, então oh, feche as orelhas e não preste atenção em nenhum som. Você não vai tapar os ouvidos não, também não pode tapar os ouvidos, porque senão você vai ouvir o som intracraniano, o que vai lhe roubar a atenção também, então é preciso, eu sei que algumas pessoas estão pensando aí que é impossível, mas não é, com prática e exercício diversas pessoas já estão conseguindo a projeção mental que é mais avançada do que a astral.

No entanto mesmo quem se projeta mentalmente vai continuar se projetando astralmente, não é excluída, só não vai se projetar mais astralmente quando desencarnar fisicamente, morrer 7 vezes no astral, aí sim se não quiser mais descer no astral ela só vai ficar no mental, mas quem tiver encarnado aqui vai continuar se projetando astralmente, porque o astral separa o mental do físico junto com o etérico, então vai continuar visitando esses planos etérico e astral. Não prestou mais atenção no som, não prestou mais atenção no paladar, quer dizer você não vai precisar ficar prestando atenção em saliva, em posição da boca, em sabor, nada disso, uma pessoa com corpo indisciplinado quando fica assim, aí começa a surgir uma coceirinha numa parte do corpo, aí vai coçar, vai mexer, isso é corpo indisciplinado, quando a pessoa está com o corpo bem disciplinado parece que o corpo não existe mais, a pessoa vira só pensamento. Quando chegar no ponto que você só é pensamento, que você, ao se perguntar: – Peraí, eu sou homem ou sou mulher?

Você vai levar algum tempo para descobrir se é homem ou mulher nessa encarnação, o seu próprio nome, nome corporal, você vai esquecer dele nessa meditação, nessa técnica, então você é só pensamento, você começa a pensar, a pensar, a pensar, só que você vai observar os seus pensamentos, você não vai ficar pensando em nada desse mundo, você não vai pensar em ninguém, você não vai pensar em nada, objeto, coisa conhecimento desse mundo, desta civilização, você não vai pensar em nada disso, você vai pensar simplesmente na sua existência… começar a pensar isto: eu existo, você vai visualizar que está entrando no corredor de onde vem os pensamentos, depois que você entrar num estado de plena harmonia de pensamentos, você vai fazer uma coisa aí, você vai ligar a sua atenção novamente no mundo em que você vive, só que aí você vai imaginar que o seu corpo não existe, que você é pensamento puro, despido de qualquer corpo e que não existe limitação para você.

Você pode estar perto de qualquer pessoa, em qualquer lugar ao mesmo tempo, então você se visualize em outros lugares, visualize cada detalhe, você vai visualizar detalhes das ruas, das construções, das montanhas, dos oceanos, dos continentes, da atmosfera, de um planeta, de vários planetas, de um Sistema Solar, de vários sistemas solares, de constelações, de galáxia, de várias galáxias girando em torno de um núcleo maior, de vários universos interpenetrando uns aos outros, de vários seres se transformando em seres lúcidos de si mesmos e ao mesmo tempo você vai estar num todo e vai estar no detalhe que compõem, os detalhes que compõem o todo, então ao mesmo tempo você está se visualizando como um conjunto de galáxias e de universos e planos, você vai visualizar possivelmente como seria os planos físicos, quer dizer os planos astral, físico, mental e etérico, as dimensões que compõem o plano físico e compõem o plano etérico, plano astral e o plano mental, ter uma visão total do mundo da forma, isso tudo mentalmente. Você inicialmente vai sentir assim: Não eu estou fantasiando isso, só que precisa ser uma fantasia tão real que você vai poder até tocar mentalmente as coisas, se você enfiar a mão dentro da água, a sua mão molha, mas você não vai ter mão, se você se imaginar na água você será a água, mas ao mesmo tempo você não será só a água, você será o chão onde a água está, mas você não será só o chão você será o planeta, você não será só o planeta você será todos os planetas.

Comece com visualizações mais simples e depois vai sofisticando e visualizando tudo ao mesmo tempo. Uma mente comum ela é extremamente atrofiada, ela não consegue visualizar muitas coisas, ao mesmo tempo e visualiza coisas com poucos detalhes, são coisas mais vultos, silhuetas, não tem textura, não tem luminosidade, não tem tonalidade. O exercício constante dessa técnica vai ajudar, o complemento da técnica: Após fazer toda essa percepção, você vai voltar a sua atenção ao corpo físico e vai convergir os olhos, fazer uma convergência: Olhar para o centro como se fosse para a ponta do nariz, vai ficar vesgo, olhando para a ponta do nariz.

Depois vai olhar para cima como se estivesse olhando para o centro da testa e vai fixar um ponto onde não seja desagradável, isso é para gerar um transe consciencial, ao fazer isso nós estimulamos o transe consciencial, isso de olhos fechados ou semi fechados, quer dizer é semi abertos ou semi fechados, como é isso? Digamos assim: Eu não estou de olhos fechados e eu posso sustentar o transe, agora se eu tentar ficar assim sem fazer a convergência, eu vou ter a tendência depois de um tempo a piscar ou a não sustentar, fazendo a convergência você entra num transe de relaxamento de pálpebras e tudo.

Fez a convergência, você vai visualizar que projeta-se do topo de sua cabeça 6 antenas de energia, uma antena sai da frente, 2 antenas, são como raios lasers, na cor do prisma do arco íris, na cor de arco íris, sai esses raios, aqui sai 2, na testa sai 1, atrás sai 3, total são 1, 2, com mais 3, 6 raios, se projetam abrindo, como se fosse um leque que se abre rumo ao infinito, projete esses raios para o infinito e visualize que eles vão rompendo o plano físico, plano etérico, plano astral e plano mental, se não souber o que são esses planos, estude sobre eles, busque fontes, eu dou palestra falando sobre isso, hoje não é o dia de falar sobre tal tema, mas em breve volto a falar sobre tais temas.

Quando fizer essa visualização, fazendo a convergência, você vai sentir ao longo das práticas, quanto tempo pode fazer? 10 minutos, desde a visualização, mais uns 5 minutos, essa projeção de raios energéticos com convergência, com prática constante, isso você pode fazer 10 minutos por dia sem problema para um iniciante. Depois com o passar do tempo vai acontecer um fenômeno, quando você começar a fazer a técnica que chegar num certo estágio, você vai sentir como se a sua cabeça energeticamente se abrisse o topo e você começa a ficar maior, parece que você vai crescendo o fenômeno de crescimento ih, gente eu estou maior, você sente como se o topo da sua cabeça se abrisse energeticamente e você ficou mais alto, você está mais ou menos dessa altura, então a percepção que tem é que você está vendo as coisas assim tudo mais alto e ao mesmo tempo uma sensação de estar um pouco fora do ar dessa realidade, você está assim: -Ih, eu estou percebendo coisas diferentes, esse aí é um dos efeitos iniciais, até que um belo dia você está dormindo e se vê sem corpo, já é uma projeção semi inconsciente mental, essa é a técnica.

Vamos agora nos preparar para as perguntas, antes de iniciar as perguntas por escrito aliás, para quem desejar fazer o curso de expansão consciencial que foi anunciado na última palestra naquele calendário, tem o calendário do curso, a próxima palestra será sobre vidas passadas, quem não quiser ficar para escutar as respostas das perguntas ou fazer perguntas, uma boa noite, já se sinta liberado para ir para casa ou sair da palestra. Perguntas por escrito é só levantar a mão que será entregue.

Esse tema deve ser um tanto incomum, quase não tem perguntas mas é natural.

Projeção Mental – PERGUNTAS

  1. No momento da transição planetária serão esses avatares, que foram mencionados aqui, que estarão dentro das naves a nossa espera?

Primeiro lugar: Avatar não necessita nave, então avatar não precisa de nave, ele é onipresente, quando um avatar tem frotas de naves, por exemplo Arcanjo Miguel, é o mesmo Comandante Ashtar ou Ashtar Sheran, ele usa frotas de naves não é para ele, se ele falar ah, tem a nave dele, que é uma nave que é uma estrela de 7 pontas, a nave é dele, mas não é porque ele precisa dela é porque tem gente com ele que precisa de nave, então para ele transportar esse povo todo ele usa a nave, então os avatares eles não vão propriamente nos esperar nas naves, quem vão nos esperar nas naves são os extraterrestres de evolução pequena, que para nós é muito maior do que a nossa, a nossa é pequenininha.

  1. A projeção mental é utilizada nas inspirações dos artistas, cientistas, inventores?

Não, a projeção mental não é utilizada nesses campos, visto que tudo que vai ser criado aqui é corporificado de uma forma tal que não existe no mental, no mental não existem naves, não existem carros, não existem prédios, não existem quadros, não existe nada disso aqui lá no mental, quando alguém cria lá no mental algo assim, vem para cá, então acaba não existindo lá, sai de lá para cá, portanto tem que ser trazido do astral, os inventores eles trazem muito do astral para cá as invenções, se você quer desenvolver aptidões, capacidades diversas, profissionais, criativas, originais a projeção sua não é a mental, é a astral, então desenvolva a projeção astral que você melhora.

  1. O que devo fazer quando os desejos negativos me atacarem, sendo que intimamente já optei pela evolução?

A resposta ela é simples, no entanto ela não é fácil, é a resposta, eu uso essa resposta constantemente em minha vida, quando eu sinto que um desejo que eu não concordo está se tornando forte demais em mim, eu evoco em mim mais trabalho para estimular os meus desejos superiores, quer dizer que quando uma emoção negativa ou desejos negativos tomarem, tentarem tomar conta de alguém, esse alguém precisará estimular através de maior trabalho, maior dedicação os desejos positivos, os positivos ocuparão o lugar que os negativos iriam ocupar, como a luz ocupa o lugar das trevas, quanto maior for a escuridão maior tem que ser a força da luz, não há como haver a escuridão onde a luz é muito forte, então se você ih, eu estou com desejo de fazer coisa ruim, faça muita coisa boa, que você não terá tempo e nem energia e nem espaço mental para fazer coisas ruins.

Quem está com um pé no céu e outro no inferno é preciso ficar mais no céu do que no inferno, aí vai ficar o outro pé, você não vai ficar tanto o peso o pé o que, que é? Não posso levantar porque senão a gravação aqui, mas o pé, se você jogar o peso, pode? Se você colocar o peso por igual nas duas pernas você não terá como levantar um pé, se levantar você cai, agora se você colocar o peso mais de um lado, você pode levantar e você vai equilibrar só com uma perna até você por as duas pernas ou os dois pés no lugar, a mesma coisa é você estar com um pé no céu, outro no inferno, jogue o peso mais para o céu e depois você vai poder gradativamente ir pondo o pé no céu também, aí fica com os dois no céu e nenhum no inferno. Nada é assim bruscamente, se tentar fazer bruscamente você vai oh pode cair no inferno de uma vez, porque você fala ah, mas isso é pessimismo, não, é porque aqui na Terra tudo estimula para baixo, porque é um mundo ainda muito hostil e quem veio para cá é porque merece essa hostilidade toda.

  1. Como identificar sonho e projeção astral e projeção mental?

O sonho é uma criação das fantasias, onde na fantasia tem um tanto desejo como também o medo, no desejo gera-se o sonho, no medo gera-se o pesadelo, em um sonho ou em um pesadelo a pessoa não tem autocrítica, quer dizer que ela: ih, eu estou aqui como é que eu estou aqui se eu estou dormindo? No sonho a pessoa não faz essa pergunta, porque ela não tem autocrítica e não tem auto análise, num sonho uma pessoa não pensa assim: ih, eu vou sair por ali, vou pegar tal rua que é melhor, porque o trânsito está mais livre, no sonho ela não faz isso, ela simplesmente pega a rua e não sabe porque que está fazendo aquilo, então ela faz as coisas sem determinar o que está fazendo, numa projeção não, no mental ela tem total auto crítica, total auto análise, total poder de decisão, só que ela não tem um corpo visível e ela se propaga em várias direções, portanto a projeção astral e a mental tem essa semelhança, é como se estivesse aqui, só que com outro corpo.

 

Seu comentário é muito importante para o Blog.

Deixe um comentário